Novo máximo para Portugal!

Por admin - 2 Novembro, 2015

ATP

O triunfo de João Sousa no Valencia Open, além de ter sido histórico na medida em que foi o segundo título de sempre de um tenista português no circuito profissional, é-o, também, pelas repercussões que tem na atualização de hoje dos Emirates ATP Rankings.

O número um nacional é mesmo o tenista dentro da primeira metade do top100 que mais sobe, escalando desde o 46º para o 34º lugar e alcançando um estatuto onde nunca nenhum português havia figurado – batendo o seu próprio recorde. Parabéns, João!

Valência não foi o único palco de torneios ATP desta semana, com Basileia a acolher o último evento ATP 500 do ano (o derradeiro a distribuir 250 pontos ao vencedor teve lugar na referida cidade espanhola). Em “casa”, Roger Federer voltou a derrotar Rafael Nadal cerca de três anos e meio depois e elevou o troféu de campeão do Swiss Indoors Basel pela sétima vez na sua carreira – regressando, assim, à vice-liderança da hierarquia quando só faltam disputar o Masters 1000 de Paris e as ATP World Tour Finals para encerrar a temporada do circuito masculino, além da final da Taça Davis.

Ainda dentro do lote dos dez melhores, nota para a subida de Nadal ao sexto posto e a queda de Milos Raonic para a 14ª posição, levando, entre outras mudanças, Richard Gasquet a regressar ao top10 numa semana em que o francês viu goradas as suas possibilidade de ir a Londres como efetivo.

1. (1) Novak Djokovic (Sérvia), 15.785 pontos
2. (3) Roger Federer (Suíça), 8.250 pontos
3. (2) Andy Murray (Grã-Bretanha), 8.070 pontos
4. (4) Stan Wawrinka (Suíça), 6.585 pontos
5. (5) Tomas Berdych (Rep. Checa), 4.730 pontos
6. (7) Rafael Nadal (Espanha), 4.630 pontos
7. (6) Kei Nishikori (Japão), 4.440 pontos
8. (8) David Ferrer (Espanha), 3.945 pontos
9. (11) Richard Gasquet (França), 2.715 pontos
10. (10) Jo-Wilfried Tsonga (França), 2.545 pontos

14. (9) Milos Raonic (Canadá), 2.170 pontos
34. (46) João Sousa (Portugal), 1.191 pontos


WTA

A temporada feminina terminou para a maioria das principais tenistas do mundo, com as WTA Finals a terem lugar em Singapura pela segunda temporada consecutiva. Ficam agora a faltar apenas o “Masters B”, em Zhuhai, e ainda o embate entre a República Checa e a Rússia para decidir o vencedor da Fed Cup.

Na cidade-estado, a grande vencedora do torneio de elite foi a polaca Agnieszka Radwanska, que levou de vencida Petra Kvitova para elevar o seu mais importante troféu de campeã da carreira. As duas antigas vice-líderes da hierarquia trocam hoje de posição, com “Aga” a terminar o ano a fechar o top5 mundial.

Destaque, também, para a descida de Angelique Kerber desde o 7º para o 9º lugar, o que assegura a Flavia Pennetta o sétimo posto como o seu ranking final de carreira.

1. (1) Serena Williams (EUA), 9.945 pontos
2. (2) Simona Halep (Roménia), 6.060 pontos
3. (3) Garbiñe Muguruza (Espanha), 5.200 pontos
4. (4) Maria Sharapova (Rússia), 5.011 pontos
5. (6) Agnieszka Radwanska (Polónia), 4.500 pontos
6. (5) Petra Kvitova (Rep. Checa), 4.220 pontos
7. (8) Flavia Pennetta (Itália), 3.621 pontos
8. (9) Lucie Safarova (Rep. Checa), 3.590 pontos
9. (7) Angelique Kerber (Alemanha), 3.590 pontos
10. (10) Timea Bacsinszky (Suíça), 3.133 pontos


Portugueses

Ontem não foi apenas histórico pela vitória de Sousa; apesar da estrondosa vitória, o número um nacional já havia triunfado no circuito profissional masculino em 2013, em Kuala Lumpur. Os triunfos de Gastão Elias e Frederico Silva ajudaram, também, a que este fosse, provavelmente, o melhor dia da história do ténis nacional.

Em Lima, no Peru, Gastão conquistou o Challenger local, feito que lhe permite subir dezoito posições e começar a semana como 164º ATP. A este bom resultado do tenista radicado no Brasil junta-se o triunfo de “Kiko” no Egito, onde se sagrou campeão do Future de Sharm El Sheikh – subindo um lugar nesta segunda-feira mas esperando-se que, na próxima atualização, fique às portas de regressar ao top300.

Ainda dentro dos quinhentos primeiros, menção para as descidas dos portugueses Rui Machado e João Domingues.

34. (46) João Sousa, 1.191 pontos
164. (182) Gastão Elias, 357 pontos
313. (284) Rui Machado, 150 pontos
330. (331) Frederico Ferreira Silva, 140 pontos
465. (468) Romain Barbosa, 85 pontos
492. (470) João Domingues, 78 pontos


Portuguesas

Semana de descidas para as “nossas” tenistas, apesar de pouco significativas e com Mafalda Fernandes a ser a exceção.

216. (214) Michelle Larcher de Brito, 224 pontos
823. (816) Inês Murta, 17 pontos
881. (877) Joana Valle Costa, 13 pontos
911. (909) Maria João Koehler, 12 pontos
1166. (1169) Mafalda Fernandes, 5 pontos