Murray de volta à vice-liderança; Muguruza no top4

Por admin - 12 Outubro, 2015

ATP

Foi uma semana onde os dois vencedores de torneios do Grand Slam da temporada foram, também, os únicos tenistas a saírem invictos das duas mais importantes capitais asiáticas.

Em Pequim, e pela sexta vez nos últimos sete anos, Novak Djokovic elevou o troféu de campeão, derrotando Rafael Nadal na final da competição. Este resultado torna o sérvio “ainda mais primeiro” na atualização desta segunda-feira, deixando-o com mais de sete mil pontos de avanço sobre o segundo classificado – desta feita Andy Murray, que tem sido o principal adversário de Roger Federer na luta por esse estatuto durante a temporada e que beneficia da retirada dos pontos relativos a Xangai, onde o suíço foi campeão em 2014. Quanto a Nadal, o maiorquino volta a ser o número um espanhol, ultrapassando David Ferrer.

Já no país do Sol Nascente, foi o vencedor de Roland Garros Stanislas Wawrinka a sair por cima. O tenista helvético derrotou Benôit Paire rumo ao seu quarto título da temporada, que o coloca a menos de dois mil pontos do seu compatriota Federer. Quanto a Paire, o irreverente francês regressa ao primeiro quarto do top100, após já ter sido nº24 ATP há cerca de dois anos.

Nota, ainda, para a estreia de Kevin Anderson no lote dos dez melhores. O sul-africano, quarto-finalista do US Open após derrotar Murray pelo caminho, pode ter ficado pela ronda inaugural em Tóquio, mas os pontos alcançados por Gilles Simon na final de Xangai foram, também eles, retirados, o que leva o francês a descer quatro posições – para o 14º posto – e, consequentemente, Anderson (e outros) a subir.

1. (1) Novak Djokovic (Sérvia), 15.785 pontos
2. (3) Andy Murray (Grã-Bretanha), 8.640 pontos
3. (2) Roger Federer (Suíça), 8.420 pontos
4. (4) Stan Wawrinka (Suíça), 6.495 pontos
5. (5) Tomas Berdych (Rep. Checa), 4.910 pontos
6. (6) Kei Nishikori (Japão), 4.710 pontos
7. (8) Rafael Nadal (Espanha), 4.060 pontos
8. (7) David Ferrer (Espanha), 3.945 pontos
9. (9) Milos Raonic (Canadá), 2.770 pontos
10. (12) Kevin Anderson (África do Sul), 2.475 pontos

25. (32) Benôit Paire (França), 1.471 pontos


WTA

Nas senhoras, a vencedora do único torneio da semana do circuito WTA foi a cada vez mais uma certeza e menos uma promessa, a espanhola Garbiñe Muguruza. A vitória da tenista nascida na Venezuela em Pequim fá-la continuar a alcançar novos máximos de carreira; desta feita é o quarto posto da hierarquia, sendo que é de prever que, aquando da retirada dos pontos relativos WTA Finals de 2014, Muguruza entre mesmo no pódio.

Para sair vencedora da capital do maior país do mundo, a finalista do torneio de Wimbledon teve de derrotar Timea Bacsinszky, também ela em grande destaque em 2015. Com a final alcançada nesse evento da categoria Premier Mandatory, a suíça ingressa pela primeira vez da carreira no top10, colocando-se, em teoria, muito perto da qualificação para Singapura – muito perto e muito longe, conforme poderá ler aqui.

A subida de Bacsinszky é, ainda, “impulsionada” pela descida do 9º para o 15º posto por parte de Karolina Pliskova, que só esta semana defenderá os pontos relativos ao título de Linz devido ao ajuste de calendário (e, a juntar a essa discrepância, caiu na ronda inaugural em Pequim).

1. (1) Serena Williams (EUA), 11.285 pontos
2. (2) Simona Halep (Roménia), 6.580 pontos
3. (3) Maria Sharapova (Rússia), 4.691 pontos
4. (5) Garbiñe Muguruza (Espanha), 4.690 pontos
5. (4) Petra Kvitova (Rep. Checa), 3.860 pontos
6. (8) Agnieszka Radwanska (Polónia), 3.515 pontos
7. (6) Lucie Safarova (Rep. Checa), 3.405 pontos
8. (7) Flavia Pennetta (Itália), 3.372 pontos
9. (10) Angelique Kerber (Alemanha), 3.330 pontos
10. (17) Timea Bacsinszky (Suíça), 3.157 pontos

9. (15) Karolina Pliskova (Rep. Checa), 2.950 pontos


Portugueses

João Sousa mantém o seu 45º posto, ao passo que Gastão Elias e Romain Barbosa são destaques por razões opostas: o tenista nascido nas Caldas da Rainha sobe dez posições, ao passo que o luso-belga cai dezasseis lugares.

45. (45) João Sousa, 986 pontos
185. (195) Gastão Elias, 264 pontos
274. (276) Rui Machado, 174 pontos
281. (281) Frederico Ferreira Silva, 168 pontos
487. (471) Romain Barbosa, 77 pontos
518. (509) João Domingues, 70 pontos
564. (570) Gonçalo Oliveira, 58 pontos
572. (565) Frederico Gil, 56 pontos


Portuguesas

Semana de subidas para as cinco tenistas portuguesas presentes na hierarquia WTA! Desde os dois lugares melhorados por Michelle Larcher de Brito e Mafalda Fernandes até aos cinquenta e três escalados por Joana Valle Costa, todas as lusas iniciam a semana acima da sua posição na atualização anterior. Nota ainda para a nova melhor classificação de sempre de Inês Murta.

209. (211) Michelle Larcher de Brito, 231 pontos
737. (775) Inês Murta, 21 pontos
879. (932) Joana Valle Costa, 13 pontos
911. (917) Maria João Koehler, 12 pontos
1129. (1131) Mafalda Fernandes, 6 pontos