João Monteiro travado por prodígio espanhol de 16 anos nas meias-finais em Maiorca

Por Pedro Almeida - Janeiro 18, 2020
joao-monteiro

João Monteiro, ex-top 250 ATP mas atualmente no 1909.º do ranking mundial, foi eliminado durante a manhã deste sábado nas meias-finais do torneio future de Manacor, em Espanha, dotado de 15 mil dólares em prémios monetários e disputado nos courts da Academia de Ténis de Rafael Nadal.

À procura de regressar à melhor forma depois de ter sido minado por graves lesões, o portuense não resistiu ao prodígio espanhol Carlos Alcaraz Garfia, de apenas 16 anos e já considerado por muitos “o novo Nadal”, pelos parciais de 6-2 e 6-4.

Recorde-se que Alcaraz, que já faz parte do top 500 do ranking ATP em tão tenra idade, vai disputar a sua segunda final consecutiva de categoria future na Academia de Rafael Nadal.

Este domingo, o espanhol, que assinou neste início de época um contrato com a Nike, mede forças na final da prova com o vencedor do confronto entre o francês Evan Furness, 511.º do Mundo, e Abedallah Shelbayh, oriundo da Jordânia.

Pedro Almeida
Jornalista - licenciado em Ciências da Comunicação pela Universidade Autónoma de Lisboa - e amante de ténis desde sempre e para sempre.