Wilander: «Vejo muitas semelhanças entre Raducanu e Djokovic»

Por José Morgado - Setembro 9, 2021
emma-raducanu

Mats Wilander, ex-número um do Mundo e habitual comentador do Eurosport, teceu esta quinta-feira uma arriscada comparação entre a jovem britânica Emma Raducanu, uma das grandes sensações dos últimos meses, e Novak Djokovic, líder do ranking mundial.

“Devemos começar por elogiar o serviço porque a forma como ela serve aos 18 anos não é normal. Tem uma grande inteligência, escolhe sempre os serviços corretos e a forma como serve e gere os efeitos e ângulos é anormal para alguém tão novo. A forma como se movimenta, especialmente para o lado esquerdo e encontra sempre o centro da pancada na esquerda é magnífico. Lembra-me muito o Novak Djokovic. Há muitas semelhanças”, confessou em declarações no Eurosport.

Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt