Tsitsipas: «Coric é como Medvedev, mas bate mais forte na bola»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Agosto 22, 2022

Stefanos Tsitsipas saiu resignado da final do Masters 1000 de Cincinnati, onde não conseguiu contrariar a semana de sonho de Borna Coric. O grego considerou que estava demasiado relaxado e analisou ainda o estilo de jogo do croata.

O QUE FEZ A DIFERENÇA

Não estou em condições de responder a essa pergunta porque ainda estou à procura da resposta. Não sei.

O QUE APRENDEU EM CINCINNATI

Levo a capacidade para entender o que poderia ter feito melhor. Acho que estava demasiado relaxado. E ele estava muito mais dentro do encontro. Às vezes ao estar relaxado não se está tão presente no momento. Ele serviu bem, fez-me movimentar muito. Podia ter aproveitado as minhas oportunidades no primeiro set, não sei porque não o fiz. Ele teve boas respostas e custou-me o primeiro set, que podia ter sido determinante.

O QUE MUDOU CORIC

Joga da mesma forma de sempre, não mudou muito. Tem grandes pancadas no fundo do court, nunca sobe à rede. É um jogador sólido no fundo do campo, responde bem. Já vi melhores dias de serviço dele, mas faz muito bem duas coisas: servir e pancadas de fundo do court. Quanto menos falhar, mais difícil é a tua vida. É como Medvedev, mas bate mais forte na bola, a abrir o court.

Coric completa conto de fadas e é campeão em Cincinnati

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.