Sempre a mudar: nenhuma mulher defende um Grand Slam desde Serena… em 2016

Por Pedro Gonçalo Pinto - Maio 24, 2022

Barbora Krejcikova era a campeã em título em Roland Garros mas, depois de três meses sem jogar, não conseguiu ter ritmo e perdeu logo na primeira ronda, ao ser eliminada pela jovem francesa Diane Parry. Desta forma, confirmou-se que o ténis feminino volta a não ter uma jogadora que conquiste o mesmo título do Grand Slam em dois anos consecutivos.

Ora, para que se tenha noção, a última tenista que defendeu um Major foi… Serena Williams, ao vencer Wimbledon em 2016. Desde então, já se jogaram, a contar com Roland Garros, 22 torneios do Grand Slam sempre com uma campeã diferente em relação à edição anterior. E já é certo que esse número vai subir para 23, uma vez que Ashleigh Barty se retirou e não vai jogar em Wimbledon.

A próxima oportunidade está nas mãos de Emma Raducanu no US Open, com essa hipótese de defender um Major 24 torneios depois. E a questão é que se a jovem britânica não cumprir esse feito, o número vai mesmo subir para 26, tendo em conta que Barty venceu o Australian Open este ano…

Campeã Krejcikova perde com jovem francesa de 19 anos e vai sair do top 10

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.