Rafael Nadal terá que defender 4000 (!) pontos em apenas cinco semanas

Por Tiago Ferraz - Março 19, 2020
rafael-nadal
(AP Photo/Charles Krupa)

Com o adiamento do torneio de Roland Garros para setembro, o tenista Rafael Nadal terá uma tarefa muito complicada pela frente uma vez que defenderá os títulos conquistados em 2019 no US Open e também em Roland Garros num curto espaço de tempo.

O maiorquino de 33 anos conquistou (mais uma vez) o torneio de Roland Garros em junho de 2019 quando venceu o austríaco Dominic Thiem na final da prova para chegar aos impressionantes 12 títulos no major francês.

Depois seguiu-se novo título em torneios do Grand Slam: Nadal venceu o US Open depois de ter levado a melhor sobre o russo Daniil Medvedev num encontro épico que foi favorável ao espanhol que conquistou o 19.º torneio do Grand Slam para ficar a apenas um do recordista Federer.

Nesse sentido, este ano, e se tudo correr como previsto, Nadal terá que defender 2000 pontos em cada torneio o que dá um total de 4000 (!) em apenas cinco semanas e virtude do adiamento de Roland Garros para setembro, apenas uma semana depois da final do US Open.

Tem a palavra Rafael Nadal que vai tentar chegar aos 21 títulos do Grand Slam caso consiga defender os pontos conseguidos nestes dois majors com sucesso.

De acordo com a MARCA, Nadal tem uma tarefa incrivelmente complicada uma vez que defende mais pontos do que Novak Djokovic, Roger Federer e Dominic Thiem…Juntos!

 

Tiago Ferraz