Osaka não garante que vá a Wimbledon: «Sou alguém que se motiva com os pontos»

Por José Morgado - Maio 23, 2022
osaka-roland

PARIS. FRANÇA. Naomi Osaka, ex-número um mundial e a tentar reaproximar-se do topo do ranking depois de ter caído para fora do top 80, foi eliminada esta segunda-feira na primeira ronda de Roland Garros, diante da norte-americana Amanda Anisimova, e no final do encontro passou pela sala de conferências de imprensa. Não ficou totalmente desapontada com a sua prestação e revelou ainda que não está segura de que vá disputar o torneio de Wimbledon por causa da ausência de pontos na prova britânica.

ENCONTRO COM ANISIMOVA

Lutei bastante. Foi pena que não tenha conseguido preparar o torneio da forma como queria e isso notou-se hoje, especialmente no serviço. Não senti dores até ao segundo set, mas o seu serviço esteve limitado pela falta de treino. Praticamente não treinei serviços até à véspera deste torneio.

DIFICULDADES FORA DOS HARDCOURTS

Tenho de começar a dizer a mim mesma que tenho qualidade para jogar em terra batida e em relva. E tenho de trabalhar bastante. Que é o que tenho feito.

Anisimova brilha e bate Osaka no jogo grande da primeira ronda de Roland Garros

WIMBLEDON SEM PONTOS

Sou alguém que se motiva com os pontos e com a possibilidade de subir no ranking. Não sei se fará sentido jogar Wimbledon nesta situação. A ausência de pontos afeta a minha motivação. A intenção dos circuitos em retirar os pontos foi boa, mas a execução foi totalmente falhada.

ENCONTRO DA VIDA EM TERRA OU RELVA (NÃO PODE SER EM RÁPIDO…)

Se tiver de escolher jogar um… Wimbledon, porque cresci a ver encontros em relva e não tanto em terra…

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.