OFICIAL: Grand Slams, ATP, WTA e ITF unem-se para apoiar jogadores

Por José Morgado - Abril 21, 2020
wimbledon

Foi preciso uma pandemia, mas ao fim de muitos anos, as principais entidades do ténis mundial decidiram mesmo unir-se no sentido de apoiar a modalidade. Australian Open, Wimbledon, Roland Garros, US Open, a Federação Internacional de Ténis, WTA e ATP anunciaram esta terça-feira num comunicado conjunto que vão contribuir para o Fundo de Apoio aos Jogadores, que será utilizado para ajudar os tenistas menos bem cotados nos rankings, que nesta altura sofrem mais com esta questão.

Os valores do apoio ainda não são conhecidos, mas o jornal norte-americano ‘New York Times’, assegura que a verba aproxima os 6 milhões de dólares. A esta valor, soma-se aquele que será oferecido pelos jogadores, o que no caso do circuito ATP, segundo proposta de Novak Djokovic e do Conselho de Jogadores, ronda o milhão de dólares.

“Demorámos um pouco mais a reagir, mas acreditamos que estamos a tratar esta questão da melhor forma possível”, confessou o presidente da Federação Internacional, David Haggerty, em comunicado.

Recorde-se que o único tenista português que vai contribuir para o fundo é João Sousa, que logo no sábado nos confirmou a sua disponibilidade em ajudar. Falámos também com alguns dos principais tenistas portugueses, que viram com bons olhos estas medidas.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.