Goffin pronto para o pós-Big Three: «Depois de Sampras e Agassi diziam que ia ser um desastre»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Abril 16, 2022
djokovic-federer-nadal

É uma pergunta que muitos têm feito cada vez mais: e depois do Big Three? É natural que a questão se vá repetindo, com Novak Djokovic, Roger Federer e Rafael Nadal a aproximarem-se inevitavelmente do final das respetivas carreiras. Mas há quem não esteja minimamente preocupado. David Goffin é um exemplo disso mesmo.

“Claro que quando Federer e Nadal pararem, isso vai doer. Somos sortudos por termos conhecido esta geração. Tive a hipótese de jogar contra eles e até posso dizer que os derrotei aos três pelo menos uma vez. Foi espectacular”, começou por afirmar depois de dizer adeus ao Masters 1000 de Monte-Carlo.

Certo é que Goffin não só não está preocupado, como até revela entusiasmo para o que pode vir aí quando o Big Three pendurar as raquetes. “Não estou nada preocupado porque vai ser entusiasmante. Vamos ter novos campeões do Grand Slams, novos jogadores no top 10 quando o Rafa e o Djokovic se forem embora, e jovens tenistas vão subir rapidamente, como Alcaraz. Talvez o Sinner também. Vai haver muita coisa nova. Quando Sampras e Agassi se retiraram, toda a gente disse que ia ser um desastre, mas viram o que aconteceu…”, atirou.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.