Djokovic: «Tarde para alcançar Federer e Nadal? Se assim fosse, já não jogava ténis»

Por Tiago Ferraz - Outubro 12, 2020
djokovic-rg

O tenista sérvio Novak Djokovic foi vice-campeão do torneio de Roland Garros ao ceder, este domingo, perante Rafa Nadal que igualou o recorde de ‘majors’ de Roger Federer.

Em conferência de imprensa, Novak Djokovic refletiu sobre o encontro e revela que acredita que é capaz de ultrapassar Federer e Nadal no número de torneios do Grand Slam:

“Se eu pensasse que era demasiado tarde para alcançar Federer e Nadal acabava a minha carreira já. Não acredito que seja tarde. Vou continuar a jogar enquanto tenha vontade e força nas pernas e enquanto o amor pelo ténis estiver presente. Uma derrota, ainda que seja numa final de um Grand Slam, não me deixa instável. Não deixo que isso aconteça”, disse, citado pelo Punto de Break.

Novak Djokovic falou ainda de Rafael Nadal e Roger Federer:

“Já nos deram como “mortos” a mim, ao Nadal e, especialmente, ao Federer muitas vezes. Muita gente já nos antecipou o final da carreira, mas continuamos aqui a provar que somos os melhores do mundo independentemente de toda a pressão existente”, salientou.

Tiago Ferraz
Jornalista de formação, apaixonado por literatura, viagens e desporto sem resistir ao jogo e universo dos courts. Iniciou a sua carreira profissional na agência Lusa com uma profícua passagem pela A BolaTV, tendo finalmente alcançado a cadeira que o realiza e entusiasma como redator no Bola Amarela desde abril de 2019. Os sonhos começam quando se agarram as oportunidades.