Alcaraz entra na galeria das lendas como segundo finalista mais jovem do US Open

Por Pedro Gonçalo Pinto - Setembro 10, 2022

Carlos Alcaraz continua a mostrar que a idade é só um número e não pára de derrubar registos históricos. Mas sendo só um número para ele, a verdade é que esse número serve para se apressar e juntar-se à galeria onde as lendas têm morada. Prova disso é o que já alcançou por ter atingido a final do US Open com apenas 19 anos e 4 meses.

O prodígio espanhol tornou-se no segundo finalista mais novo na história do Grand Slam norte-americano, sendo apenas superado pelo mítico Pete Sampras, que jogou a decisão de 1990 com Andre Agassi — e ganhou — quando tinha apenas 19 anos e 28 dias. De resto, Bjorn Borg chegou lá em 1976 com 20 anos, 3 meses e 6 dias, ao passo que Novak Djokovic disputou a decisão de 2007 com 20 anos, 3 meses e 18 dias.

Alcaraz vence mais uma maratona épica rumo à final do US Open e está a um passo de histórico número 1

Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo. Email: pedropinto@bolamarela.pt