Alcaraz vence mais uma maratona épica rumo à final do US Open e está a um passo de histórico número 1

Por José Morgado - Setembro 10, 2022
alcaraz-meiafinal

Carlos Alcaraz, nascido em maio de 2003, fez história esta sexta-feira ao tornar-se no mais jovem jogador desde Pete Sampras em 1990 a qualificar-se para a final do US Open. O jovem espanhol de 19 anos garantiu o acesso ao encontro de discussão do título de um Grand Slam pela primeira vez na sua vida, tornando-se igualmente no mais novo a fazê-lo desde que Rafael Nadal ganhou Roland Garros em 2005.

Nas meias-finais do US Open 2022, Carlos Alcaraz, número quatro do Mundo (mas garantidamente top 2 no final deste torneio) impediu o regresso de um norte-americano à final masculina de um Grand Slam, ao derrotar Frances Tiafoe, número 26 ATP, em mais uma dramática maratona de cinco sets, por 6-7(6), 6-3, 6-1, 6-7(5) e 6-3, numa batalha de 4h19 que foi ainda assim mais curta e ligeiramente menos exigente do que os seus dois duelos anteriores em cinco sets diante de Marin Cilic e Jannik Sinner.

Alcaraz qualifica-se para uma final histórica diante do norueguês Casper Ruud, ainda sétimo do ranking, num encontro que valerá não apenas um primeiro título de Grand Slam para o vencedor, mas também a liderança do ranking ATP. Se for o espanhol, torna-se no mais jovem de todos os tempos, com 19 anos e 4 meses, superando claramente o recorde de 20 anos e 9 meses do australiano Lleyton Hewitt.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.