Rublev: «Se não nos unirmos vamos destruir o que Federer, Nadal e Djokovic fizeram»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Maio 24, 2022

Andrey Rublev avançou em Roland Garros, mas tem-se falado muito mais de… Wimbledon do que propriamente dos encontros. Ainda para mais sendo russo, o número sete do Mundo foi questionado sobre as decisões relacionadas com o Grand Slam britânico e apresentou uma perspetiva mais alargada das consequências.

QUASE FOI DESQUALIFICADO

Perdi a minha cabeça por um momento e claro que me arrependo do que fiz. É inaceitável bater na bola da maneira que fiz. É melhor bater com a raquete no banco porque a bola pode afetar alguém. É aí que o problema surge. Não foi nada profissional da minha parte e espero que nunca mais aconteça.

WIMBLEDON SEM PONTOS

Vou ser honesto. Wimbledon quebrou o acordo que tinha com a ATP. Quando tens um acordo não o podes quebrar. E eles quebraram. Isto é mais sobre mostrar aos torneios que eles não podem fazer o que lhes apetece. É sobre trabalho de equipa. Quando temos relações tóxicas como agora, só coisas más podem acontecer. E no fim, ou deixas os torneios fazer o que querem e nada de bom vai acontecer, ou então dizes ‘chega’. Agora vamos trabalhar juntos. Porque se algo acontecer com o torneio, os jogadores têm de o defender e se algo acontecer com os jogadores, o torneio também tem de os defender. Só a trabalharmos juntos vamos ter mais sucesso no ténis.

FIGURAS CONHECIDAS FICAM DE FORA DE WIMBLEDON?

Isso não sei porque não falei com ninguém sobre isto. Acho que vão jogar porque os de topo como Rafa, Novak, não jogam por pontos ou dinheiro. Jogam para ser os melhores da história e quantos Grand Slams conquistam. Jogam por algo diferente. Por isso é que é muito importante trabalharmos juntos, para continuar a glória fantástica que temos agora por causa destes três jogadores. Se não nos unirmos vamos destruir o que Federer, Nadal e Djokovic fazem e fizeram estes anos todos. Todo o sucesso no ténis vem destes três jogadores, por causa do Roger, Rafa e Novak. Promoveram o ténis que agora entra nos seus melhores anos, com live streaming, prize money, mais pessoas a seguir. Foi tudo por causa deles.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.