Presidente do WTA defende Halep: «Não foi intencional»

Por José Morgado - Novembro 2, 2022
halep

Steve Simon, presidente do WTA Tour, saiu esta quarta-feira em defesa de Simona Halep, ex-líder mundial e umas das principais figuras do ténis feminino ao longo da última década, que acusou positivo num controlo antidoping durante o US Open, em agosto. O norte-americano acredita na versão tornada pública pela campeã de Roland Garros em 2018 e Wimbledon em 2019.

“Acredito que não foi intencional. Mas reafirmo que confio no nosso programa de antidoping e acredito que a verdade será apurada e justiça feita. É importante que as nossas jogadoras apoiem o nosso programa antidoping e eu acredito que mesmo a Halep apoie, se lhe perguntarem. Tenho muita simpatia pela Halep e nunca duvidaria da sua integridade”, confessou em entrevista a partir de Fort Worth, onde estão a decorrer as WTA Finals.

Roxadustat: o que faz a substância que foi encontrada no sangue de Halep?

  • Categorias:
  • WTA
Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt