Pospisil: «A pressão está do lado do João Sousa»

Por admin - 26 Maio, 2015

Vasek Pospisil vai disputar na primeira ronda de Roland Garros o seu primeiro encontro desde que se lesionou com gravidade nos quartos-de-final de pares do Mutua Madrid Open, onde o Bola Amarela esteve a captou as dolorosas imagens da lesão no tornozelo. A treinar há apenas três dias, o canadiano diz que a pressão de vencer está do lado de João Sousa.

“É claro que acho que é um sorteio bom para mim e que é um encontro que me dá esperanças de vencer, mas tendo em contas as circunstâncias, o facto de ele ser melhor em terra do que eu e vir com confiança faz com que a pressão esteja mais do lado dele. Eu poderei soltar o braço e tentar jogar um ténis agressivo. Mas não espero milagres”, confessou o canadiano a televisão pública do seu país.

Pospisil, que não vence um encontro de singulares desde março, admitiu que se chegou a temer uma lesão mais grave. “Já torci muitas vezes o tornozelo e nunca tive tantas dores como desta vez. Achei que tinha partido, o Jack [Sock] também e os primeiros exames apontavam para isso. É um alívio estar de regresso ao court tão rapidamente”.