Pedro Araújo conquista primeiro título ITF júnior aos 16 anos: «Foi especial»

Por Pedro Almeida - 3 Fevereiro, 2019

Aos 16 anos, Pedro Araújo conquistou este sábado o seu primeiro título individual ITF, na categoria júnior, e fez também a ‘dobradinha’, ao sagrar-se igualmente campeão da variante de pares do evento disputado em Sajur, no norte de Israel, e pertencente à categoria 5. Em jeito de balanço, o jovem português admitiu ter sido um torneio “especial”.

“Foi um bom torneio e foi especial tendo em conta que foi o meu primeiro torneio ITF ganho em singulares”, começou por dizer, ao Bola Amarela, o tenista que treina na Escola de Ténis Jaime Caldeira, no Parque das Nações, em Lisboa, e tem como ranking júnior o 775.º posto. Pretende “fazer carreira” no ténis e, à procura de “ser um dos melhores do Mundo”, o jovem português espera que este seja o início de um currículo recheado de bons resultados.

“Sonhos tenho muitos, mas gostava de chegar a um nível alto no profissionalismo, de ser um dos melhores do Mundo”, confessou Pedro Araújo, que não poupou elogios a João Sousa, número um nacional. “Acho que é uma referência para o ténis nacional”, sublinhou.

Em Israel, esta semana, Pedro Araújo deixou pelo caminho vários cabeças de série da competição em singulares, nomeadamente o francês Mehdi Sadaoui, segundo pré-designado e 416.º colocado do ranking ITF. Na final? Não sentiu problemas de maior para derrotar o quarto favorito, o jogador local Eduardo Cohen, por 6-2 e 6-2.

Em pares, juntou-se a Mehdi Sadaoui e, com o gaulês, conquistou o seu segundo título de pares ITF júnior do currículo. O português, que já havia ganho a prova de Meknès, em Marrocos, em finais de novembro, defendeu com sucesso o estatuto de primeiro cabeça de série e bateu na final a dupla composta pelos israelitas Adi Dagan e Raz Haviv, segundos favoritos, por 7-6(6) e 6-1.

Pedro Almeida