O céu é o limite? Raducanu despacha Bencic dourada rumo às ‘meias’ do US Open

Por Bola Amarela - Setembro 8, 2021
emma-raducanu

É mesmo o US Open das miúdas! Depois de Leylah Fernandez, agora foi a vez de Emma Raducanu manter bem vivo o conto de fadas rumo às meias-finais em Nova Iorque. Com apenas 18 anos, a britânica, número 150 do ranking WTA, mostrou uma enorme maturidade e grande nível competitivo para despachar nada mais, nada menos do que Belinda Bencic, campeã olímpica e 12.º do mundo.

A defrontar uma jogadora do top 40 pela primeira vez na carreira, Raducanu só demorou a arrancar, mas quando meteu o pé no acelerador… foi prego a fundo. A talentosa britânica, que saiu do anonimato em Wimbledon, brilhou rumo a um claro triunfo por 6-3 e 6-4, num encontro em que se mostrou quase sempre mais forte do que Bencic. A suíça até entrou melhor, logo com um break, chegando até ao 3-1, mas Raducanu disparou para cinco jogos consecutivos e nunca mais olhou para trás.

Confirmado mais um grande triunfo, Raducanu fica agora à porta de uma final que parecia um sonho impossível na curtíssima carreira da britânica. Tudo começou no qualifying, mas a verdade é que está nas meias-finais sem qualquer set perdido. Para chegar ao encontro de atribuição do título no US Open, terá de derrubar mais uma adversária do top 20, tendo em conta que cruza com o duelo entre Karolina Pliskova (4.ª) e Maria Sakkari (18.ª).

Bola Amarela