Nuno Borges e a estreia em singulares a jogar em casa: «Só poder estar aqui já é especial»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Março 3, 2022
Federação Portuguesa de Ténis/Miguel Pinto

João Sousa vai abrir a eliminatória de Portugal com a Polónia na Taça Davis, defrontando Kacper Zuk, ao passo que Nuno Borges fará a estreia em singulares e logo em casa, no Complexo de Ténis da Maia, diante de Kamil Majchrzak. Também Francisco Cabral, que foi selecionado par o par com Borges, falou  sobre a eliminatória que arranca esta sexta-feira.

João Sousa

“Já é quase tradição eu abrir eliminatórias. Independentemente disso, o sorteio era só para perceber quem abre. É indiferente. O objetivo é vencer os dois encontros no pirmeiro dia. Sabemos que vão ser dois encontros difíceis. Vamos dar o nosso melhor e tentar vencer, que é o nosso objetivo principal.”

“Nunca disse que não estava conformado. O que disse é que efetivamente o campo não está nas condições perfeitas para jogar. No entanto, é o nosso campo, o que nós escolhemos e esperamos jogar com isso.”

Nuno Borges

“Só o facto de poder estar aqui e pertencer a esta equipa já é especial. Tenho a felicidade de poder competir e dar o meu melhor amanhã. Estamos aqui para ganhar, quer seja eu, qualquer membro desta equipa. Estamos aqui para ganhar e isso é que importa.”

Francisco Cabral

“Já fazer parte é um orgulho enorme para mim. O facto de ser selecionado para jogar… Só tenho de estar contente e dar o meu melhor no dia do jogo. Estamos todos a lutar pelo mesmo. É por isso que vamos jogar.”

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.