Nadal sai de Toronto e está em sérias dúvidas para o US Open: «Vou saber mais nos próximos dias»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Agosto 10, 2021
rafael-nadal

Os alarmes soam cada vez mais alto para Rafael Nadal. O número 4 do ranking ATP anunciou a desistência de última hora do Masters 1000 de Toronto, onde ia defrontar Lloyd Harris na segunda ronda e foi substituído pelo compatriota Feliciano López. A notícia cai como uma bomba e lança a preocupação, tendo em conta que está relacionada com uma lesão no pé esquerdo que tem incomodado o tenista espanhol de 35 anos. Isto numa altura em que até o US Open pode estar em causa, embora o maiorquino não vá tão longe para já.

“Tenho este problema há uns meses, como sabem. Não é uma situação boa depois de todo o sucesso que já tive no Canadá. É difícil, mas é assim que as coisas são hoje em dia, não é? No fim do dia, o mais importante é desfrutar de jogar ténis. Hoje, com esta dor, não sou capaz de o fazer e não acredito que tenha hipóteses de lutar pelas coisas por que tenho de lutar”confessou em conferência de imprensa.

Nadal confirmou que se trata de uma questão no pé esquerdo e confessou que não sabe bem o que se segue. “Não sei, vamos ver. Tomei a decisão agora. O principal é que não vou poder jogar aqui, algo que me faz sentir mal. Queria mesmo muito jogar aqui, mas agora é o momento de tomar uma decisão e teve de ser esta. Vou saber mais nos próximos dias”acrescentou.

Mas não se ficou por aqui. “Estou num processo de dor há uns meses. Quis tentar, mesmo assim. Fui a Washington e dei tudo lá. As pessoas podiam ver que estava a sofrer, especialmente no primeiro encontro. E estava a sofrer nos treinos também, mas esperamos sempre por uma evolução e foi por isso que vim cá. Mas essa evolução não aconteceu”, destacou.

Pedro Gonçalo Pinto