Khachanov prateado volta ao circuito a vencer, Nishikori resiste em (mais) três sets

Por Pedro Gonçalo Pinto - Agosto 10, 2021

A jogar no circuito ATP pela primeira vez desde uma caminhada de sonho que só acabou na final dos Jogos Olímpicos, onde arrecadou a prata, Karen Khachanov já sabia que tinha uma tarefa muito complicada pela frente. Afinal, no outro lado da rede estava um Cameron Norrie em forma, mas a verdade é que o número 28 do ranking ATP aguentou uma dura batalha de mais de 2h30 para seguir em frente rumo à segunda ronda do Masters 1000 de Toronto.

A defrontar o jogador que está imediatamente atrás de si na hierarquia mundial masculina, Khachanov teve de suar muito, mas acabou mesmo por festejar com os parciais 6-4, 5-7 e 6-4, num duelo em que salvou 8 dos 10 pontos de break que teve pela frente. E a tarefa não fica propriamente mais simples para Khachanov, que agora vai ter de defrontar o compatriota Aslan Karatsev na luta por um lugar nos oitavos-de-final.

Quem também sofreu – como tantas vezes tem acontecido – para avançar foi Kei Nishikori, que resistiu a mais uma batalha de três sets. Desta feita, o japonês, que parece estar de volta à melhor forma, aguentou a reação do sérvio Miomir Kecmanovic, fechando por 6-4, 6-7(5) e 6-2, marcando duelo com Hubert Hurkacz. Já Nikoloz Basilashvili colocou gelo na grande forma do jovem norte-americano Jenson Brooksby, ao triunfar por 2-6, 6-0 e 6-4, enquanto John Isner foi autoritário para despachar Alejandro Davidovich Fokina, com os parciais 6-4 e 6-1.

Pedro Gonçalo Pinto