Nadal radiante com início de época: «É brutal estar de regresso a uma final»

Por Bola Amarela - Janeiro 8, 2022

Depois de largos meses sem competir oficialmente devido à crónica lesão no pé esquerdo, eis que Rafael Nadal regressou ao circuito e logo com direito a uma final no ATP Tour. A disputar um ATP 250 – algo raro na sua carreira ultimamente – em Melbourne, o espanhol bateu Emil Ruusuvuori para seguir em frente e vai defrontar o norte-americano Maxime Cressy. Certo é que Rafa não podia estar mais feliz.

“Estar na final é incrível, até porque só fiz dois encontros. É brutal estar de regresso a um final ATP porque vejo que ainda tenho de melhorar muita coisa. O único que não me falta é atitude positiva. Não fico chateado quando as coisas não correm como eu quero. É normal que haja erros e que esteja um pouco mais lento. O último jogo foi bom para mim, mas é tudo um processo. Toda a minha carreira acreditei nesse processo”, afirmou.

Questionado sobre o jovem adversário que bateu para chegar à final, Nadal só teve coisas boas a dizer sobre o finlandês, até porque se conhecem. “Já o conhecia porque ele esteve na Academia e treinámos juntos um par de vezes. Esteve em Maiorca e treinámos durante uma semana antes de começar o torneio. É muito jovem, está a melhorar e tem um grande potencial, pelo que lhe desejo tudo do melhor. É um grande rapaz e esta noite teve as suas oportunidades, pelo que estou feliz por ter ganho. Vai ter um grande carreira”, destacou.

Nadal resiste a Ruusuvuori e chega em Melbourne à final número 126 da carreira

Bola Amarela