Moya revela drama de Nadal: «Aconteceu um milagre. Rafa perdeu 4 quilos com a desidratação»

Por Bola Amarela - Janeiro 26, 2022
Foto: EPA

Rafael Nadal passou realmente muito mal durante a sofrida vitória diante de Denis Shapovalov. O campeoníssimo espanhol parecia ter quebrado fisicamente de vez à medida que o quinto set se aproximava, a ceder ao intenso calor que se fazia sentir em Melbourne Park. No entanto, o 20 vezes campeão do Grand Slam sobreviveu e apurou-se para as ‘meias’ do Australian Open, embora a passar uma fatura alta, como explicou o seu treinador Carlos Moya.

“Não esperava, mas aconteceu um milagre. Desde o final do segundo set vimos que o Rafa tinha tido uma queda abrupta. Com o golpe do calor, estava completamente morto. Agora este dia extra que temos vem que nem pérolas. Estamos confiantes que vai estar a 100 por cento para as meias-finais”, referiu aos microfonos do ‘El Partidazo de Cope’.

Moya revelou mesmo o impacto físico que isso teve em Nadal e falou sobre a hipótese de chegar ao recorde de 21 troféus em Majors. “Rafa perdeu quatro quilos com a desidratação, que foi muito grande. 21 Slams? Dentro da equipa não falamos. Sonhar… Isso é claro que sonhamos. Esperemos que se fale disso mas só no domingo. Desde que chegámos não falámos disso”, apontou.

Moya reconhece a pressão, mas admite também que há dois meses não imaginava este sucesso. “A pressão está aí, mas a melhor maneira de tratar isso é não dar importância. Nadal já disse que a sua felicidade não depende dos títulos. Agora estamos centrados na sexta-feira. Trabalhos muito duro para que não acabe a carreira só com 20 Grand Slams. Mas há dois meses duvidámos se podíamos chegar aqui. Nem no cenário mais otimista imaginávamos Rafa nas meias-finais do Australian Open. Não esperávamos isso, mas… é Nadal. Ele volta sempre”, rematou.

Bola Amarela