Medvedev: «Ganhar a alguém do Big Three é uma sensação muito especial»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Agosto 10, 2022

Daniil Medvedev é o atual número um do Mundo, mas mesmo assim agradece a ausência do Big Three do Masters 1000 de Montréal. O russo falou sobre o facto de Novak Djokovic, Rafael Nadal e Roger Federer não estarem presentes de forma descomplexada.

“Se o Big Three está num torneio, automaticamente são favoritos. É fácil porque ganham os torneios quase todos em que participam. Ao mesmo tempo, não muda nada para mim eles não estarem porque quero é ganhar o torneio. Não importa se jogo a final com um qualifier, um lucky loser ou o segundo cabeça-de-série”, começou por afirmar.

No entanto, Medvedev confessa que há algo especial em derrotar um membro do Big Three. “As sensações são diferentes quando derrotas alguém do Big Three, embora nunca tenha derrotado o Roger Federer. Quando ganhei ao Rafa uma vez e ao Novak umas quantas é especial, dá muita confiança”, sublinhou.

Questionado sobre a luta pelo número um do Mundo e sobre a ameaça que enfrenta, Medvedev é pragmático. “Quem conseguir o máximo de pontos nestes três torneios, Montréal, Cincinnati e US Open, terá oportunidade. Se for o Carlos, pode ser o primeiro classificado. Se for eu, posso continuar em cima. Sei que o Rafa está muito à frente na Race, o Carlos também bastante longo. Mas isso pode mudar. Não é algo que me preocupe, mas quero muitos pontos”, sustentou.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.