Medvedev apupado ao falar de Djokovic: «Quando estava a perder pensei no que faria o Novak…»

Por José Morgado - Janeiro 26, 2022
medvedev

Daniil Medvedev apurou-se esta quarta-feira para as meias-finais do Australian Open 2022 pelo segundo ano consecutivo e no final do encontro mostrou-se naturalmente feliz pelo triunfo em quase cinco horas de encontro e a partir de uma desvantagem de dois sets a zero diante do canadiano Felix Auger-Aliassime. O russo invocou Novak Djokovic na hora de revelar o que lhe passou pela cabeça quando estava a perder.

“Não faço ideia de como venci. No match point consegui servir bem. Trago sempre imensas t-shirts e hoje o meu saco está vazio, utilizei tudo. Para perceberem o quão duro foi. Não estava a jogar o meu melhor e o Felix estava a jogar de forma inacreditável. Quando estava a perder por dois sets a zero — e sei que talvez não vão gostar disso — mas pensei no que faria o Novak [Djokovic] naquela situação”, confessou o russo de 25 anos, que foi imediatamente apupado assim que falou do nome do sérvio de 34 anos, antes de emendar a mão. “Ou o Roger ou o Rafa. São grandes campeões que já ganharam várias grandes batalhas”.

Medvedev acredita que estará em condições para as meias-finais de sexta-feira à noite. “São as meias-finais de um Grand Slam. Mesmo que estivesse na pior forma da minha vida iria dar tudo nesse encontro. O Stefanos é muito duro. Já tivemos muitos encontros equilibrados e no ano passado joguei muito bem aqui contra ele nas meias-finais. Espero poder fazer mais um grande encontro”.

Medvedev gasta sete vidas contra Auger-Aliassime mas vira de dois sets a zero rumo às ‘meias’

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.