Medvedev gasta sete vidas contra Auger-Aliassime mas vira de dois sets a zero rumo às ‘meias’

Por Bola Amarela - Janeiro 26, 2022

Durante grande parte do encontro, Daniil Medvedev viu a vida a andar para trás e não sabia o que fazer para contrariar uma exibição que estava a ser monumental de Felix Auger-Aliassime. A questão é que o número dois mundial não teve medo de ir para a guerra e agarrou-se com unhas e dentes às suas hipóteses, antes de descobrir uma brecha e derrubar a muralha do canadiano rumo às meias-finais do Australian Open.

Há muito para contar, mas vamos por partes. Os parciais 6-7(4), 3-6, 7-6(2), 7-5 e 6-4 ilustram um encontro louco, que durou 4h42 e vai certamente deixar o canadiano de 21 anos, que apareceu com um plano de jogo e nível de execução quase perfeitos, extremamente frustrado. É que houve vários momentos em que Auger-Aliassime teve a segunda vitória da carreira contra um top 5 à vista (a primeira frente a Medvedev), como quando estava 4-4 e 0-30 no serviço de Medvedev no terceiro set. Ou quando, na quarta partida, Auger-Aliassime teve mesmo um match point a 5-4 no saque do russo, que disparou uma bomba para fugir dos problemas.

Esse acabou por ser o ponto de viragem, uma vez que Medvedev alcançou logo depois aquele que era apenas o seu segundo break em todo o encontro para empatar a dois sets. Quando parecia que o russo ia disparar no marcador, a verdade é que Auger-Aliassime teve uma espécie de última oportunidade. O canadiano ficou com três pontos de break na mão no primeiro jogo de serviço de Medvedev, mas o russo voltou a escavar bem fundo para resistir e como quem não mata, morre… foi ele quem fez o break logo a seguir.

Com a balança psicológica toda a pender para o lado de Medvedev, já não havia volta a dar. Ou parecia. Auger-Aliassime ‘inventou’ um break point a 4-3, apenas para o russo voltar a mostrar gelo nas veias. Já não havia mesmo volta a dar. Ou parecia. A servir para fechar o encontro, Medvedev enfrentou o 15-40, mas agigantou-se no primeiro break point e aproveitou um erro de Auger-Aliassime no segundo. Uns segundos depois, soltou o grito da vitória. Aí, sim, já não havia volta a dar.

Desta maneira, o 2.º cabeça-de-série avança para as meias-finais de um torneio do Grand Slam pela quinta vez na carreira, a segunda no Australian Open. Curiosamente, vai reeditar precisamente a ‘meia’ de 2021 com Stefanos Tsitsipas, com a confiança de ter alcançado apenas a sua segunda reviravolta de dois sets a zero na carreira: a outra foi no ano passado, em Wimbledon, contra Marin Cilic. Já Auger-Aliassime falha o objetivo de chegar ao top 4 em dois Majors consecutivos, depois de o ter feito no US Open da época passada.

Bola Amarela