Luta pelo número um vai aquecer: os pontos que o top 10 defende até ao fim do ano

Por Pedro Gonçalo Pinto - Julho 25, 2022

Com a temporada de hard courts a começar oficialmente esta semana — embora ainda haja dois torneios de despedida da terra batida –, olhamos para uma luta que promete aquecer muito até ao final da época: a disputa pela liderança do ranking ATP.

Daniil Medvedev está na frente, mas a verdade é que o russo é mesmo quem tem mais carga em cima até ao final do ano, já que defende 5.200 dos seus 7.775 pontos. Há muita responsabilidade em cima do russo, com destaque para o US Open, mas Alexander Zverev não se fica muito atrás, sendo que irá voltar de lesão com 4.150 pontos para defender até ao fecho da temporada.

Na lista em baixo pode conferir todas as contas, mas destacamos três jogadores que podem sonhar de forma realista com o número um do Mundo até ao fim da temporada. Rafael Nadal é quem defende menos pontos (apenas 545), sendo que poderá somar no Masters 1000 de Montreal (não vai a Cincinnati) e no US Open, isto olhando unicamente para o verão.

Com um calendário mais completo, Carlos Alcaraz defende 775 pontos e alimenta esperanças reais de se aproximar do topo ainda em 2022, enquanto Stefanos Tsitsipas também entra com pouca carga, já que só tem de anular 1.080 pontos. Uma luta que promete!

TOP 10 ATP E OS PONTOS QUE DEFENDEM ATÉ AO FIM DA ÉPOCA

1 – Daniil Medvedev – 7.775 pontos – defende 5.200 pontos
2 – Alexander Zverev – 6.850 pontos – defende 4.150 pontos
3 – Rafael Nadal – 6.165 pontos – defende 545 pontos
4 – Stefanos Tsitsipas – 5.045 pontos – defende 1.080 pontos
5 – Carlos Alcaraz – 4.895 pontos – defende 775 pontos
6 – Casper Ruud – 4.890 pontos – defende 1.620 pontos
7 – Novak Djokovic – 4.770 pontos – defende 2.800 pontos
8 – Andrey Rublev – 3.575 pontos – defende 1.160 pontos
9 – Felix Auger-Aliassime – 3.445 pontos – defende 1.170 pontos
10 – Jannik Sinner – 3.185 pontos – defende 1.755 pontos

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.