Luta pelo número um continua em jogo: três tenistas podem sair de Estugarda no topo

Por Nuno Chaves - 23 Abril, 2019

O circuito feminino está mais equilibrado do que nunca e esta semana não foge à regra. O grande destaque é o sempre apetecível WTA de Estugarda, onde estão presentes a maioria das melhores jogadoras do mundo e a prova alemã pode ter sérias implicações no topo do ranking mundial.

Tal como tem sido hábido em praticamente todos os torneios, no final da competição pode haver uma nova número um do mundo. Naomi Osaka é a líder mas tem Simona HalepPetra Kvitova à espreita e com chances de conseguir terminar no topo.

A nipónica só depende de si: se chegar à final tem a liderança assegurada. Mas existem alguns cenários. Se Osaka passar a segunda ronda (tem bye na primeira), Kvitova fica automaticamente sem hipóteses e Halep só seria número um se conquistasse o título e se Osaka não chegasse à final.

Caso Osaka seja eliminada na sua estreia, Halep precisa “apenas” de chegar à final, já Kvitova de ganhar o título. A tenista japonesa defronta na sua estreia a vencedora do duelo entre Su-Wei HsiehQiang Wang.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.