Kyrgios: «Só ‘venderam’ três jogadores na última década e agora estão a pagar por isso»

Por Bola Amarela - Janeiro 24, 2022

Nick Kyrgios está a ser uma das figuras do Australian Open. Depois de protagonizar um grande duelo com Daniil Medvedev na segunda ronda, o australiano está a brilhar na variante de pares ao lado de Thanasi Kokkinakis e deixa o público da casa a sonhar com um título que parecia impensável. Para já, vão disputar os quartos-de-final, mas Kyrgios deu que falar por uma resposta muito interessante numa conferência de imprensa.

Questionado sobre o porquê de as personalidades fora do normal não serem bem aceites no mundo do ténis, o australiano fez uma análise curiosa. “O ténis fez um mau trabalho a aceitar personalidades no passado. Só ‘venderam’ três jogadores na última década e agora estão a pagar por isso. Estão a tentar empurrar alguns da Next Gen e alguns eu acho extremamente entusiasmantes. Gosto muito dos dois canadianos e penso que podem fazer coisas realmente especiais neste desporto, mas o ténis tem tido muitas dificuldades para aceitar personalidades diferentes. As pessoas podem fazer as coisas de maneira diferente?”, afirmou.

Kyrgios elaborou ainda mais a sua resposta e acabou com um sério aviso a quem define os destinos do ténis mundial. Por exemplo, uma coisa em relação ao Thanasi quando o vejo jogar singulares e que me cola à televisão esteja a perder ou a ganhar, é a forma como ele lida com as coisas. O ténis tem de aceitar isso mais. Olham para o meu encontro com o Medvedev e não podiam ter duas personalidades em polos mais opostos, mas a qualidade do ténis esteve a um nível muito bom. E foi divertido. O ténis tem de dar mais força a isso. Se não, é um problema”rematou.

Bola Amarela