Gauff vai defrontar Ostapenko debaixo de 35 graus… porque pediu à organização

Por José Morgado - Setembro 5, 2023

Coco Gauff e Jelena Ostapenko vão defrontar-se esta terça-feira nos quartos-de-final do US Open, num encontro que foi surpreendentemente colocado… a abrir a jornada, logo ao meio-dia, em vez de numa sessão noturna, como seria desejo da ESPN, detentora dos direitos televisivos do torneio.

Inicialmente pensou-se que tal calendarização do encontro se deveria à necessidade de Gauff ter de jogar pares mais tarde, mas descobriu-se depois que isso nem sequer iria acontecer, pelo que a dúvida aumentou sobre qual a razão para colocar um dos principais encontros do dia num horário pouco lisonjeiro num dia de trabalho, a meio da semana.

Afinal, a resposta era simples: o encontro está agendado para aquela hora… porque Coco Gauff quer! A norte-americana de 19 anos, que vive na Florida, acredita que poderá tirar partido do facto de virem a estar 35 graus durante o encontro. Coco acha que pode tirar mais partido disso em comparação com Ostapenko. Por outro lado, foi em sessões diurnas que Gauff jogou os seus melhores encontros da semana no US Open (frente a Mirra Andreeva e Caroline Wozniacki), ao passo que à noite foi sempre menos convincente (Laura Siegemund e Elise Mertens). Ostapenko, pelo contrário, brilhou numa sessão noturna diante de Iga Swiatek.

Foi o próprio Brad Gilbert, treinador de Gauff, que confessou na ESPN que a ‘equipa’ da norte-americana estava contente com o horário definido para este encontro.

Leia também:

Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt