Gasquet sem dúvidas: «Ninguém se pode comparar a Nadal ou Federer»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Fevereiro 3, 2022
gasquet

O facto de Rafael Nadal ter conquistado o Australian Open aos 35 anos continua a dar que falar. Agora foi a vez de Richard Gasquet, um jogador que cresceu na mesma geração do espanhol, a mostrar-se absolutamente rendido ao feito de Rafa. O veterano francês confessou, no entanto, que até nem ficou surpreendido, visto estar a falar… de um monstro.

“Ele é muito forte, não há palavras. Ele até nem estava preparado, mas assim que entrou no quadro bateu Shapovalov e Berrettini, que são grandes jogadores. Mas ele é uma lenda. Enquanto estiver no circuito, e ainda mais quando não há Federer ou Djokovic como foi o caso na Austrália, Nadal é o favorito. Isso é o mais assustador. É um monstro do ténis e é sempre o favorito mesmo sem estar preparado. É Nadal. Nem estou surpreendido porque conheço o homem que ele é”, apontou Gasquet, que está nos quartos-de-final em Montpellier.

Além de confessar que estava a torcer por Nadal durante todo o torneio, o francês deixa já uma espécie de prognóstico para o próximo evento do Grand Slam. “Em Roland Garros não vejo quem possa derrotá-lo além de Djokovic. É prodigioso”, acrescentou.

Por outro lado, Gasquet foi questionado sobre se o facto de Nadal estar a ter sucesso aos 35 anos lhe dá força a ele e se serve de exemplo. “Ninguém se pode comparar a Nadal e Federer. Às vezes até me lembram que eu ganhei ao Rafa quando éramos miúdos. Mas eles são os dois maiores campeões da história do ténis. E eu não me quero comparar com Nadal. Nem posso”, atirou.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.