Gasquet: «Djokovic é o melhor, mas Federer é o maior, insubstituível»

Por José Morgado - Julho 13, 2021

Richard Gasquet, ex-top 10 do ranking mundial e um dos tenistas que mais vezes defrontou todos os membros do Big Three — e em grandes momentos –, deu esta terça-feira o seu parecer no que à luta pelo estatuto de melhor de todos os tempos diz respeito e mostrou ter uma opinião… curiosa.

“Para mim o melhor de todos os tempos não se define pelo número de Grand Slams apenas. Há outros fatores. O estilo, o comportamento fora de campo, a graciosidade, contam muito. O Djokovic é indiscutivelmente o melhor, o mais completo, um grande jogador. Mas quando penso na razão pela qual eu vejo ténis, penso na beleza do ténis de Federer. É insubstituível, é esteticamente perfeito e por isso o melhor de sempre para mim. Djokovic é o melhor, mas Federer o maior. E não digo isto porque gostar do Novak. Gosto imenso dele, mas mesmo que ele ganhe 22 ou 23 Grand Slams o Federer será sempre o Federer”, disparou em entrevista ao ‘Tennis Buzz’.

Gasquet assegura ainda que Djokovic, Federer e o seu amigo Rafael Nadal são “os melhores jogadores da história”, ainda que seja “injusto comparar gerações”.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.