Federer sobrevive a duelo de cinco sets rumo aos ‘oitavos’ em Melbourne

Por José Morgado - Janeiro 24, 2020
federer

Roger Federer sobreviveu à sexta-feira louca do Australian Open, ao apurar-se para os oitavos-de-final do primeiro Grand Slam de 2020 numa batalha… dramática de quatro horas, que terminou perto da uma da manhã.

O suíço de 38 anos, atual número três mundial e campeão do Australian Open em seis ocasiões — 2004, 2006, 2007, 2010, 2017 e 2018 — conseguiu manter-se na luta por novo Major ao derrotar na terceira ronda o australiano John Millman, por 4-6, 7-6(2), 6-4, 4-6 e 7-6(10-8), sobrevivendo a um match tiebreak de quinto set onde chegou a estar a perder por 4-8 antes de ganhar os últimos seis pontos de forma consecutiva.

Longe do seu melhor nível — disparou um recorde pessoal de 82 erros não forçados — Federer teve pela frente a melhor versão de Millman e o encontro, que contou com muitos altos e baixos, chegou a parecer bem encaminhado para um lado e para o outro em momentos diferentes. A última e mais inesperada reviravolta aconteceu no tie-break da quinta partida. Foi a vitória 100 de Federer no Australian Open e decerto uma das mais dramáticas de sempre.

Federer conquistou, assim, a sua centésima vitória no Major australiano.

Federer, apurado para o top 16 em Melbourne Park pela 19.ª (!) vez, vai defrontar agora o húngaro Marton Fucsovics, 67.º ATP, no próximo domingo. Será o terceiro duelo entre ambos e o campeoníssimo suíço ganhou os dois anteriores.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.