Estoril Open. Wild cards para o qualifying entregues a dois portugueses

Por José Morgado - Abril 25, 2019
Joao-Domingues3.jpg
Fernando Correia

Os dois únicos wild cards para a fase de qualificação do Millennium Estoril Open foram entregues esta quinta-feira a João Domingues (214.º ATP) e a Gastão Elias (307.º ATP). O nível do qualifying está muito elevado, com o último jogador com acesso direto a ocupar o posto 151.

“Foi uma escolha óbvia. O João Domingues está em forma e vem de alinhar quartos-de-final e final em dois Challengers com um quadro de 64 elementos; o Gastão Elias já foi jogador do top 60 mundial, tem sido um esteio da seleção portuguesa na Taça Davis e poderá aproveitar o apoio do público português para ganhar confiança e regressar ao seu melhor ténis”, referiu João Zilhão.

João Domingues, 25 anos, é um dos jogadores mais queridos do público português ou não tivesse estado em destaque nas duas últimas edições do Millennium Estoril Open, ao passar o qualifying em ambas as ocasiões. Em 2017, brilhou a grande altura no quadro principal, ao derrotar Kyle Edmund e forçando depois Kevin Anderson a uma grande luta em três sets.  Gastão Elias, de 28 anos, pertence ao restrito lote de seis tenistas portugueses que já figuraram no top 100 do ténis mundial, tendo atingido o 57.º posto, em 2016. Membro indiscutível da seleção da Taça Davis, é igualmente um dos tenistas mais experientes no panorama do ténis nacional atual, mas também um dos mais fustigados com problemas físicos. O jogador da Lourinhã estava a começar bem o ano, com a presença nas meias-finais do challenger de Orlando – e a confirmar a boa decisão de ter ido trabalhar com Franco Davin, antigo treinador de Juan Martin del Potro – quando nova lesão o afastou dos courts.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.