Djokovic: «Público estava 99,9% por cento do lado dele e foi decisivo»

Por José Morgado - Junho 1, 2022
djokovic-decs

Novak Djokovic, número um mundial, foi derrotado esta terça-feira por Rafael Nadal nos quartos-de-final de Roland Garros e no final do encontro assumiu que, entre outras coisas, o público foi fundamental para empurrar o espanhol para a vitória, especialmente no quarto set. O sérvio de 35 anos admite que poderia ter jogado melhor, mas sai orgulhoso da forma como lutou e competiu.

IMPORTÂNCIA DO PÚBLICO

Estavam 99,9 por cento do lado dele e contribuíram imenso para a recuperação que ele protagonizou no quarto set. Puxaram-no para cima nos momentos cruciais, ajudaram-no a reencontrar a sua energia. Foram decisivos.

CONDIÇÕES DE JOGO

Não concordo que jogar em sessão noturna me beneficie contra o Nadal. Jogámos a final de 2020 em condições semelhantes e ele atropelou-me.

O ENCONTRO

Parabéns ao Nadal, que foi melhor do que eu nos momentos decisivos. Eu não comecei bem e quando achava que tinha conseguido agarrar o ascendente do encontro, ele voltou a cair em cima de mim no início do terceiro set. Ele começou todos os sets muito forte. Tive as minhas chances, devia tê-las aproveitado no quarto set, onde uma ou duas pancadas poderiam ter feito a diferença e no quinto set estaria tudo em aberto. Não consegui jogar o meu melhor, mas estou feliz porque lutei e competi bem até ao final.

CONDIÇÃO FÍSICA DE NADAL

Não me surpreendeu que ele tenha estado ao nível a que esteve. Não é a primeira vez que o Nadal aparece em perfeitas condições físicas poucos dias depois de quase não conseguir andar. Já conseguiu fazê-lo tantas vezes na sua carreira, que já não me surpreende.

SESSÕES NOTURNAS

São muito tarde, mas a televisão decidem. Eles pagam e decidem. É o Mundo em que vivemos.

Nadal: «Não temos solução para o pé, não sei o que vai acontecer depois de Roland Garros»

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.