Djokovic imperial cede quatro jogos e destrói Nishioka para abrir caminho em Roland Garros

Por Pedro Gonçalo Pinto - Maio 23, 2022

Simples e eficaz. Novak Djokovic deu um tratamento de choque a Yoshihito Nishioka e começou a todo o vapor a defesa do seu título em Roland Garros. O número um do Mundo praticamente não deixou o japonês respirar e acabou a ceder apenas quatro jogos — em jeito de comparação, menos dois do que Rafael Nadal e Carlos Alcaraz — a caminho da segunda ronda.

Nole fechou com os parciais autoritários 6-3, 6-1 e 6-0, em duas horas exatas de encontro, com 35 winners e 32 erros não forçados. O sérvio até nem teve de usar demasiada nota artística ou forçar muito a barra para se afirmar naturalmente perante um Nishioka aguerrido, que incomodou no primeiro jogo do encontro, antes de se render às evidências.

Desta forma, Djokovic, com 35 anos celebrados de fresco, inscreve o seu nome depois da primeira sessão noturna oficial no Court Philippe Chatrier, ficando à espera de Alex Molcan ou Federico Coria na segunda eliminatória. Assim, também se mantém viva essa possível defesa do título conquistado na temporada passada.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.