Djokovic arrasa Nishikori e vê ouro dos Jogos Olímpicos cada vez mais perto

Por Pedro Gonçalo Pinto - Julho 29, 2021
novak-djokovic

Novak Djokovic tem o pé bem fundo no acelerador e simplesmente não alivia. O número um do mundo manteve a sua impressionante e autoritária caminhada nos Jogos Olímpicos, ao arrasar o herói local Kei Nishikori, que estava a ser uma das figuras do torneio. No entanto, o sérvio fez do japonês uma presa fácil e despachou o encontro para garantir um lugar nas meias-finais, ficando a duas vitórias de concretizar o declarado sonho que tem de colocar a medalha de ouro olímpica ao pescoço.

Foi com os parciais 6-2 e 6-0, ao cabo de 1h12, que Djokovic tratou do assunto frente a Nishikori. O líder do ranking ATP, que persegue o inédito Golden Slam no ténis masculino, salvou o único ponto de break que teve pela frente em todo o encontro e manteve o nipónico (69.º ATP) sempre sob pressão. Por isso mesmo, Nole manteve o registo demolidor que apresenta sobre Nishikori, com 17 vitórias e apenas duas derrotas, que aconteceram no US Open, em 2014, e em Basileia, em 2011.

Com mais um obstáculo ultrapassado, Djokovic tem agora de esperar para conhecer o adversário nas meias-finais, sendo que irá sair do embate entre Alexander Zverev Jérémy Chardy. No entanto, o sérvio foca-se já em recuperar rapidamente para voltar ao Court Central, onde se vai juntar a Nina Stojanovic para disputar os quartos-de-final de pares mistos contra Laura Siegemund Kevin Krawietz.

Pedro Gonçalo Pinto