Decore o nome: Raducanu torna-se na britânica mais jovem a chegar aos ‘oitavos’ em Wimbledon

Por Pedro Gonçalo Pinto - Julho 3, 2021
raducanu

Decore o nome porque tem tudo para dar muito que falar. Emma Raducanu assinou uma exibição portentosa rumo aos oitavos-de-final de Wimbledon, tornando-se desde já na britânica mais jovem de sempre a qualificar-se para a segunda semana no All England Club. Com apenas 18 anos, a número 338 do ranking WTA recebeu um convite da organização para jogar o qualifying, teve um ‘upgrade’ para o quadro principal e agora não pára de ganhar, desta feita com um triunfo sensacional sobre a romena Sorana Cirstea.

A levar o Court 1 à loucura com pancadas espectaculares – incluindo um match point memorável -, Raducanu celebrou o triunfo com os parciais 6-3 e 7-5, disparando 30 winners e 17 erros não forçados diante da maior experiência de Cirstea, 45.ª WTA, que continua sem conseguir chegar aos oitavos-de-final em Wimbledon ao longo de toda a carreira. Quanto a Raducanu, estamos a falar do seu segundo quadro WTA na carreira e já com a segunda semana no All England Club garantida e de ambição intacta.

Nascida em Toronto, com pai romeno e mãe chinesa, Raducanu prepara-se agora para defrontar a australiana Ajla Tomljanovic, que surpreendeu Jelena Ostapenko, na luta por um lugar nos quartos-de-final. Os britânicos rejubilam com o aparecimento de uma nova estrela, mas Raducanu certamente não quer ficar por aqui.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.