De outra galáxia! Nadal garante Big Three nas ‘meias’ em 70 dos últimos 71 Grand Slams

Por Bola Amarela - Janeiro 25, 2022

Rafael Nadal apurou-se para as meias-finais do Australian Open e garantiu que Big Three vai estar representado no top 4 de mais um torneio do Grand Slam. Pelo caminho ficou Denis Shapovalov, o último homem que podia impedir que isso acontecesse e que iria automaticamente inscrever o seu nome na história. É que encontrar uma meia-final de um Major sem Nadal, Novak Djokovic ou Roger Federer é tal e qual como andar à procura de uma agulha num palheiro.

É que, já a contar com esta edição do Australian Open, 70 dos últimos 71 torneios do Grand Slam tiveram sempre um membro do Big Three nas meias-finais, com a única vez em que isso não aconteceu a ser algo que dificilmente era mais específico. Isso passou-se no US Open em 2020, num torneio em que Federer e Nadal não estavam presentes, e no qual Djokovic foi desclassificado nos oitavos-de-final.

De resto, pelo menos um dos três monstros esteve sempre nas meias-finais de todos os torneios do Grand Slam desde Roland Garros em 2004, prova em que o helvético falhou o apuramento para as ‘meias’. E quem foi o responsável por isso? O brasileiro Guga Kuerten, que bateu Federer na terceira ronda com um triplo 6-4.

Bola Amarela