ATP, WTA e ITF tentam bloquear movimento (ilegal?) francês de apoio a tenistas

Por José Morgado - Abril 5, 2020
rolandgarros
Foto: Reuters

O ténis vai estando por esta altura completamente parado e os jogadores, sem torneios e sem fonte de rendimento, têm muitas perguntas e poucas respostas. Uma das grandes questões é ‘quem vai chegar-se à frente e apoiar financeiramente todos os envolvidos na modalidade?’. Este domingo, o jornal francês ‘L’Equipe’ conta uma história que promete fazer correr muita tinta nos próximos tempos.

Segundo a publicação, a Atton e Price, uma empresa de gestão francesa criada há apenas dois vezes, criou um mecanismo que pretendia juntar assinaturas para reivindicar às entidades oficiais da modalidade 20 milhões de euros para distribuir entre os jogadores classificados entre o lugar 50 e o lugar 500 da hierarquia mundial. Na carta que a Atton e Prince envia aos jogadores e que pretende que assinem, a empresa diz estar a trabalhar com o ATP, WTA e ITF para resolver a situação de todos…

A iniciativa foi-se tornando rapidamente pública através do ‘passa palavra’ dos tenistas e as principais entidades do ténis mundial decidiram agir, desmentido esse tal mecanismo de apoio. “Não temos qualquer filiação à tal Atton e Price. Durante estes meses difíceis, espera-se que sejam abordados por muita gente que diz que vos ajudar financeiramente. Por favor confirmem a legalidade e legitimidade dessas abordagens”, pode ler-se na carta enviada aos jogadores e que é assinada em conjunto pelo ATP, ITF e WTA.

A Atton e Price reagiu entretanto. “A Atton & Price reitera que sua ação se destina a ajudar aqueles que precisam e que todas as pessoas que aderiram à nossa iniciativa e continuam a aderir ou apoiar não estão vinculadas a nenhuma obrigação legal ou financeira“, pode ler-se na declaração do presidente da empresa, Éric Brimberg, que insiste que perante a intransigência do ATP, WTA e ITF mantém a sua intenção de ajudar jogadores e treinadores com apoio de parceiros privados.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.