Alcaraz recupera ‘killer mode’ e arrasa Dimitrov rumo aos ‘quartos’ em Paris

Por José Morgado - Novembro 3, 2022
alcaraz-pariss

Carlos Alcaraz, número um do Mundo e à procura de arrumar com a luta pelo número um de final de ano já esta semana no ATP Masters 1000 de Paris, deu esta quinta-feira mais um passo importante rumo a esse objetivo, ao qualificar-se para os quartos-de-final do torneio francês pela primeira vez na sua carreira (em duas participações). É a 12.ª vez em 17 torneios disputados este ano que Alcaraz que chega ao top 8 de uma prova, depois de Rio de Janeiro (campeão), Indian Wells (meia-final), Miami (campeão), Barcelona (campeão), Madrid (campeão), Roland Garros (quartos-de-final), Hamburgo (final), Umag (final), Cincinnati (quartos-de-final), US Open (campeão) e Basileia (meia-final). Só cinco torneios foram exceção.

Nos ‘oitavos’, o tenista de Múrcia, de 19 anos, derrotou o búlgaro Grigor Dimitrov, número 29 do Mundo e antigo top 3, por 6-1 e 6-3, num encontro que controlou totalmente e em que jogou mesmo o seu melhor ténis desde o US Open durante os primeiros 45 minutos, mostrando que está pronto para um final de temporada… que promete!

Nos quartos-de-final de sexta-feira, Alcaraz espera pelo vencedor do encontro entre o russo Andrey Rublev e o dinamarquês Holger Rune, dois dos jogadores em forma nas últimas semanas, especialmente o segundo…

Apaixonei-me pelo ténis na épica final de Roland Garros 2001 entre Jennifer Capriati e a Kim Clijsters e nunca mais larguei uma modalidade que sempre me pareceu muito especial. O amor pelo jornalismo e pelo ténis foram crescendo lado a lado. Entrei para o Bola Amarela em 2008, ainda antes de ir para a faculdade, e o site nunca mais saiu da minha vida. Trabalhei no Record e desde 2018 pode também ouvir-me a comentar tudo sobre a bolinha amarela na Sport TV. Já tive a honra de fazer a cobertura 'in loco' de três dos quatro Grand Slams (só me falta a Austrália!), do ATP Masters 1000 de Madrid, das Davis Cup Finals, muitas eliminatórias portuguesas na competição e, claro, de 13 (!) edições do Estoril Open. Estou a ficar velho... Email: josemorgado@bolamarela.pt