Alcaraz e o arraso a top 30: «Não achava que ia dominar tanto, pensei que seria mais difícil»

Por Nuno Chaves - Agosto 31, 2021
Foto: EPA

Carlos Alcaraz, um dos meninos prodígios do circuito, entrou com uma vitória autoritária no US Open frente a um top 30 mundial, naquele que foi o seu primeiro encontro da carreira em Nova Iorque.

O espanhol, de 18 anos, impressionou com um nível de jogo muito alto, tanto que nem o próprio estava à espera. “Só quando acabou o encontro é que percebi que dominei bastante, é algo que me dá muita satisfação, já que gosto de dominar sempre. Antes do encontro achava que não ia dominar tanto, pensava que ia ser muito mais difícil. É verdade que ele é um jogador que te deixa jogar mas é muito bom. Foi um encontro muito bom e completo”, admitiu aos jornalistas.

Com esta vitória, Alcaraz garantiu, pelo menos, uma vitória no quadro principal em todos os torneios do Grand Slam da temporada. “Significa que estou a fazer as coisas bem, a jogar a um grande nível durante todo o ano, creio que também significa que posso adaptar-me a qualquer superfície. Isto é tudo na base de ganhar experiência. Na Austrália, mesmo tendo ganho encontros, foi a minha primeira vez em jogos de cinco sets, pouco a pouco fui-me adaptando mais. Hoje estou totalmente preparado para jogar à melhor de cinco sets”, concluiu.

 

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.