Albert Ramos: «Alcaraz é número um porque Djokovic tem jogado pouco»

Por Bola Amarela - Setembro 30, 2022
alcarazzzzzzzzzzzzzzzzz

Albert Ramos, o homem diante de quem Carlos Alcaraz ganhou o primeiro encontro ATP da carreira (na primeira ronda do Rio Open 2020), deu esta sexta-feira uma entrevista muito interessante ao jornal catalão ‘Mundo Deportivo’, onde fala sobre os temas quentes do momento, entre os quais a subida à liderança do ranking de Alcaraz, campeão do US Open.

Eu o conheço-o muito bem e também joguei contra ele. Nunca o derrotei [sorri]. Este ano perdi um encontro contra ele em que tive match point, em Roland Garros. Alcaraz é um grande jogador. Muito poderoso e muito rápido. Se não tiver lesões, será um grande jogador por muitos anos. Além disso, o facto de Novak Djokovic não estar a jogar todos os torneios beneficiou o Alcaraz para chegar ao número um já. Pode sê-lo durante muitos anos, mas agora é número um porque Djokovic tem jogado pouco”, confessou.

Ramos falou ainda da despedida de Federer. “É uma figura icónica da modalidade e uma referência para todos. Tive a felicidade de partilhar circuito e de poder derrotá-lo uma vez, mas nunca foi realmente um ídolo porque a diferença de idades não é muita. Mas impressionava-me muito a facilidade com que ele jogava. Defrontá-lo era incrível.”

Bola Amarela