Djokovic e a vitória sobre Pospisil: «Não é fácil defrontar um dos melhores amigos»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Setembro 30, 2022

Novak Djokovic está nas meias-finais do ATP 250 de Telavive, depois de derrubar o grande amigo Vasek Pospisil. O sérvio confessa que não é fácil defrontar alguém de quem se é tão próximo, mas também olhou já para o seu próximo compromisso.

VITÓRIA CONTRA POSPISIL

Que grande encontro, que grande luta, que grande ambiente. O público contribuiu muito. Vasek é um dos meus melhores amigos, conhecemo-nos há muitos anos e não é fácil defrontar alguém com quem te dás tão bem e por quem tens tanto respeito. Mas somos profissionais e, como se pode ver, demos tudo para ganhar. O nível foi muito alto, especialmente no fim do primeiro set e ao longo de todo o segundo. Parabéns a ele por lutar assim, espero que não tenha nenhum tipo de lesão. É ótimo tê-lo de volta, sofre com lesões há muito.

SEGUE-SE SAFIULLIN

Vai ser o nosso primeiro encontro. Vi-o a jogar nos ‘quartos’ e esteve perfeito. Tem um jogo bastante bonito, da escola russa, mantém-se perto da linha de fundo e tenta ser muito agressivo, na linha de grandes campeões como Marat Safin ou Yegveny Kafelnikov, agora Daniil Medvedev. Tem um grande serviço e um nível sólido no fundo do court. Não tem nada a perder e está num nível excelente, mas eu também não estou mal. Veremos quem ganha.

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.