Zverev: «Se eu não aprender com a minha experiência sou um idiota»

Por Pedro Gonçalo Pinto - Maio 22, 2022

Alexander Zverev entrou de forma tranquila em Roland Garros, ao bater Sebastian Ofner em apenas três sets, num encontro em que teve pouco trabalho para triunfar. No final, chegou à sala de imprensa bem disposto, sendo que, perante apenas duas perguntas, falou mais sobre o seu lado pessoal em vez do encontro.

O QUE APRENDEU NO ÚLTIMO ANO

“Bem, tu cresces sempre de alguma maneira. A cada ano percebes melhor e melhor o que é preciso para ser profissional, vês que há dificuldades no court, que há dificuldades em qualquer emprego. Mas falando em termos gerais, estou a envelhecer, já tenho 25 anos. Não sou o miúdo que Alcaraz ou outros são. Como qualquer outra pessoa, só com o ténis, fica-se com mais experiência de vida”

QUE CONSELHO DAVA AO ZVEREV MAIS NOVO

“Não dava nenhum porque acho que tudo acontece por uma razão. Tudo o que acontece dentro de court, fora do court, é por uma razão. Todos crescemos com isso, amadurecemos, aprendemos. Se não aprender com a minha experiência sou um idiota. Quero pensar que ainda não me posso chamar isso… Cada pessoa tem de aprender e eu também”

Zverev enche o olho e entra com tudo em Roland Garros

Pedro Gonçalo Pinto
Comentador Sport TV e ligado ao Jornal Record. Ténis acima de tudo.