Zverev: «Ninguém da minha geração vai ganhar 20 Grand Slams»

Por José Morgado - Agosto 28, 2021

Alexander Zverev, porventura o tenista em melhor forma da atualidade, depois dos títulos nos Jogos Olímpicos e em Cincinnati, não fugiu à responsabilidade de ser um dos favoritos ao título no US Open 2021, depois de em 2020 ter sido vice-campeão, mas lembra que a nova geração nunca terá currículos da dimensão da anterior…

Questionado sobre a ausência de Rafael Nadal e Roger Federer no torneio, o tenista que assume que ainda não consegue esquecer o quão perto teve de vencer a final do US Open 2020. “Obviamente não ter o Roger ou o Rafa aqui é negativo, todos nós que amamos este desporto gostamos que eles joguem sempre, sentimos muita falta deles, mas em algum momento eles terão que se retirar. O domínio que eles tiveram durante mais de 15 anos é algo que não vamos ver outra vez. Não acho que um novo Djokovic, um novo Federer e um novo Nadal sairão da minha geração. Nós não vamos ganhar 20 Grand Slams cada um. O que eles fizeram ficará na história. Acredito que nós, os mais jovens, já mostrámos nos últimos tempos que podemos dar show, estamos a oferecer grandes batalhas e estou convencido que as pessoas vão acompanhar com muito entusiasmo o momento em que vão ver um duelo entre nós na final de um Grand Slam. Vêm aí temos emocionantes.”

Zverev, de 24 anos, vai defrontar o veterano norte-americano Sam Querrey, ex-top 15, na primeira ronda.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.