US Open quer dar wild card a Cori Gauff, mas não pode

Por José Morgado - 19 Julho, 2019
gauff-wimbledon

Cori Gauff, de apenas 15 anos, saltou para a ribalta na mais recente edição de Wimbledon. A jovem norte-americana recebeu um convite para a fase da qualificação e ganhou seis encontros seguidos até aos oitavos-de-final da prova. Com este resultado e os pontos somados, Gauff entrou no top 150 — a mais jovem desde Michelle Brito — e tem direito a entrar diretamente no qualifying do US Open, só que a prova norte-americana quer dar-lhe um convite… para o quadro principal. Só que não pode.

As regras de elegibilidade do circuito WTA indicam que Gauff só pode jogar mais sete torneios até cumprir 16 anos (em março de 2020) e também não pode aceitar mais wild cards para qualquer torneio, já que tem um limite de três enquanto tiver 15 anos e já os esgotou (Miami, Roland Garros e Wimbledon).

A USTA está disposta a desafiar o WTA e contornar a situação, defendendo que o US Open é um evento ITF e não WTA, mas tal decisão poderá ser encarada como uma afronta para o circuito feminino.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.