Tsitsipas é claro e direto sobre as hipóteses de vencer Roland Garros: «É simples…»

Por Nuno Chaves - Maio 21, 2022

Se houve algum beneficiado no sorteio de Roland Garros foi Stefanos Tsitsipas. O grego ficou no lado oposto de Novak Djokovic, Rafa Nadal, Carlos Alcaraz ou Alexander Zverev, o que lhe dá uma vantagem teórica para repetir a final alcançada no ano passado. O número quatro mundial, em 2021, esteve muito perto de levar o título para casa mas não conseguiu aguentar a vantagem de 2-0 em sets perante Djokovic.

MEMÓRIAS DA FINAL DE 2021

“Não me passou nada pela mente, não tive nenhuma recordação ao chegar aqui desse encontro, o que é bom. Estou a começar de novo. Obviamente que é uma pena, perder uma final estando a vencer dois sets a zero mas ele jogou melhor que eu e mereceu ganhar essa final. É simples, preciso de melhorar. Preciso de prolongar a forma como joguei esses dos primeiros sets e manter em cada pancada”.

VAI VENCER O TÍTULO ESTE ANO?

“Mostrei um bom ténis aqui, mostrei um bom ténis no último par de torneios. Não mostrei o meu melhor nível na final de Roma. Cada ano acontece algo de diferente. Depende de muitas coisas… do tempo, adversário, a minha situação. Não olho muito à frente no torneio porque gosto de ficar com o presente e ir jogo a jogo”.

CONFIANÇA NAS SUAS CAPACIDADES

“Quando tens demasiada confiança, pode virar-se contra ti. Quando não tens confiança também se pode virar contra ti. Para mim, a chave é encontrar esse equilíbrio, por isso, chego com as minhas rotinas, com o feedback que recebo, a análise que faço e a aplicação na prática. Preciso de jogar encontros para evoluir da melhor forma possível”.

Nuno Chaves
Jornalista na TVI; Licenciado em Ciências da Comunicação na UAL; Ténis sempre, mas sempre em primeiro lugar.