Treinador de Rune faz revelação: «Aos 10 anos ele tinha a certeza de que ganhava aos seniores!»

Por Bola Amarela - Dezembro 22, 2021

Com apenas 18 anos, Holger Rune foi uma das revelações da temporada ao disparar no ranking para ficar à porta do top 100. O dinamarquês ainda roubou um set a Novak Djokovic no US Open e antes do encontro até disse que acreditava ser possível conquistar o encontro, algo que vem no seguimento de uma ambição que sempre mostrou enquanto miúdo. Palavra de Lars Christensen, o seu treinador a vida toda.

“Sempre foi assim. Aos 10 anos ele tinha a certeza de que ganhava aos seniores na Dinamarca e isso não era possível. Mas na cabeça dele era possível e isso é muito forte porque, se não acreditares em ti a 100 por cento, nada vai acontecer”, começou por revelar em entrevista ao site da ATP.

“Eu sou mais realista. Sabia que jogar contra Djokovic no US Open, no seu primeiro Slam, ia ser difícil. Se jogasse bom ténis e mostrasse o seu potencial já ficaria muito contente. Foi o que ele fiz e foi fantástico. Mas para ele era ganhar ou perder e isso é ótimo. Não lhe quero tirar isso”, acrescentou.

Questionado sobre o que falta melhorar, Christensen apontou rapidamente um ponto. “Tem de melhorar uma coisa no próximo ano ou dois se quiser ter realmente sucesso. Tem tudo para ter sucesso, mas tem de crescer mentalmente. Nos encontros a este nível trata-se de construir a fundação e nós estamos a subir devagar. Concretizámos os objetivos até agora, por isso sei que estamos no caminho certo. Ele quer muito isto”, destacou.

E o que é que queria quando era mais novo? “Numa semana ele era o Rafa com a fita na cabeça e os acessórios todos. Queria ser como o Rafa. Na semana seguinte já queria ser o Federer e dedicava-se totalmente a isso. Sempre adorou jogar ténis”rematou.

Bola Amarela