Thiem admite desistir do US Open já depois de chegar a Nova Iorque

Por José Morgado - Agosto 9, 2020
Thiem
Foto: Bruno Alencastro/ Bola Amarela

Dominic Thiem, número três do ranking mundial, é um dos tenistas que está interessado em disputar todos os grandes títulos que ainda poderão ser disputados em 2020. O austríaco de 26 anos, vice-campeão do Australian Open, tem competido em piso rápido, relva e terra batida nas exibições de pós-quarentena (somou quatro troféus e jogou muito bem), mas tem as prioridades bem definidas caso se confirme a quarentena obrigatória dos atletas que regressem dos Estados Unidos para a Europa.

Segundo seu empresário, Herwig Straka, Thiem vai viajar para Nova Iorque na próxima semana, mas pode regressar à Europa antes do US Open se as autoridades italianas não chegarem a um acordo de exceção com o US Open e ATP. Recorde-se que o torneio de Roma é o mais importante em terra batida antes de Roland Garros, uma vez que Madrid foi cancelado.

“Está na hora do ténis recomeçar, depois do futebol, da NBA, da Fórmula 1. Gostei de estar em casa, mas tenho saudades dos grandes torneios. Estou pronto, mas se não for possível, voltamos para casa”, admitiu o austríaco, que em princípio será o segundo cabeça-de-série no US Open 2020.

José Morgado
Jornalista do Jornal Record e Comentador Sport TV. Ténis 24/7.